Início‎ > ‎

Referências


BARRIGA, Angel Díaz. Uma polêmica em relação ao exame. In: ESTEBAN, Maria Teresa (Org.). Avaliação: uma prática em busca de novos sentidos. 4. ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2002.

 BAUER, Adriana.; PIMENTA, Claudia Oliveira; HORTA NETO, João Luiz; SOUSA, Sandra Zákia. Avaliação Em larga escala em municípios brasileiros: o que dizem os números?. Anais do III Congresso Nacional de Avaliação em Educação: III CONAVE, Bauru: CECEMCA/UNESP, 2014, p.1-15.

 BELLONI, Isaura & BELLONI, José Ângelo. Questões e Propostas para uma Avaliação Institucional Formativa. In: FREITAS, Luiz Carlos de. Avaliação de escolas e universidades. Campinas, SP: Komedi, 2003.

 BONDIOLI, Anna. Dos indicadores às condições do projeto educativo: um percurso pedagógico-político de definição e garantia da qualidade em creches da região da Emília-Romana. In. BONDIOLI, Anna (Org.) O projeto Pedagógico da Creche e a sua Avaliação: a qualidade negociada. (Trad.) ORTALE, Fernanda Landucci; MEREIRA, Ilse Paschoal. Campinas-SP: Autores Associados, 2004.

 CAMARGO, Clarice Carolina Ortiz de. Métodos de avaliação formativa: desatando nós e alinhavando possibilidades. Dissertação (mestrado). Universidade Federal de Uberlândia, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2014. 354 f.:il.

 ESTEBÁN, Maria Teresa. A avaliação no cotidiano escolar. In. ESTEBÁN, Maria Teresa. (Org.) Avaliação: uma prática em busca de novos sentidos. Rio de Janeiro: DP&A, 2001.

 FERNANDES, Domingos. Para uma ênfase na avaliação formativa alternativa. Editorial. Educação e Matemática, 81, 2005. Disponível em

<http://repositorio.ul.pt/handle/10451/5639>. Acesso em 16 out. 2012.

 FREITAS, Luiz Carlos de. Eliminação Adiada: o caso das classes populares no interior da escola e a ocultação da (má) qualidade do ensino. In. Educação & Sociedade: Revista de Ciência da Educação. Centro de Estudos Educação e Sociedade, São Paulo: Cortez; Campinas, CEDES, V. 28, n. 100, Número Especial, Out. 2007.

 GIMENO SACRISTÁN, José. A avaliação do ensino. In: GIMENO SACRISTÁN, J.; GÓMEZ, A. I. Pérez. Compreender e transformar o ensino. Trad. Ernani F. da Fonseca Rosa. 4. ed. Artmed, 1998.

 LEITE, Denise. Reformas universitárias: avaliação institucional participativa. Petrópolis, RJ: Vozes, 2005.

 SOARES, José Francisco, ALVES, Maria Tereza Gonzaga & MARI, Flávia Alexandra de Oliveira Torres. Avaliação de Escolas de Ensino Básico. In: FREITAS, Luiz Carlos de. Avaliação de escolas e universidades. Campinas, SP: Komedi, 2003.

 SORDI, Mara Regina Lemes de; Razões práticas e Razões Políticas para Defender Processos de Avaliação Institucional nas Escolas de Ensino Fundamental. In. (ORG.) SORDI, Mara Regina Lemes de; SOUZA, Eliana da Silva. A avaliação como instância mediadora da qualidade da escola pública. Campinas/SP: Millennium editora, 2009.

 VASCONCELLOS, Celso dos Santos. Avaliação: concepção dialética – libertadora do processo de avaliação escolar. 11. ed. São Paulo: Libertad, 2000. (Cadernos pedagógicos do Libertad, v. 3). 

______.Avaliação: superação da lógica classificatória e excludente – do “é proibido reprovar” ao é preciso garantir a aprendizagem. São Paulo: Libertad, 1998. (Coleção Cadernos Pedagógicos do Libertad; v. 5).